Assuntos de Goiás TV

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Marcelo Crivella vira ministro da Pesca @Reinaldo_Cruz @Dribles_ @Apareceida_ @Dribles_e_Gols @Assuntosdegoias @Qb_7





















Deputados do DF acabam com salários extras @Reinaldo_Cruz @Assuntosdegoias @Dribles_e_Gols @Aparecida_ @Dribles_



terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Governo venezuelano revela estado de saúde de Hugo Chávez @Reinaldo_Cruz @Aparecida_ @Dribles_ @QB_7 @Assuntosdegoias

Os médicos acabaram com o mistério que envolve Hugo Chávez, declararando que o tumor na região pélvica foi completamente retirado e que o presidente já passa bem. Em contrapartida, rumores foram levantados, pelo wikileaks, de que Chávez teria apenas mais um ou dois anos de vida.


O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, passou por uma cirurgia de 90 minutos para retirar um câncer em Cuba, na noite de segunda-feira, 27, e agora se recupera no hospital Cimeq, em Havana, informou a agência Reuters nesta terça-feira, 28.
A agência citou com fonte pessoas próximas ao presidente, mas autoridades do governo venezuelano não comentaram o fato. Ainda não há informações detalhadas sobre o estado de saúde do presidente.
Entre milhares de mensagens internas da consultoria de risco Stratfor divulgadas ontem pelo site WikiLeaks, uma diz que médicos russos que examinaram Chávez deram ao presidente "um ou dois anos de vida" e criticaram seu tratamento. Do site do jornal O Estado de S. Paulo e BAND

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Reviravolta no cenário político nacional com o fator Serra @Reinaldo_Cruz @Goianao2012 @Aparecida_ @Carburadores @QB_7


Bicho pega nos bastidores da politica em todo o Brasil com a entrada de José Serra nesta briga pela Prefeitura de São Paulo, as mudanças de posicionamento dos partidos que vão dar sustentação aos candidatos por todo o país também sofrem alterações, pois implica diretamente no pleito de 2014, onde tem muita gente de olho na vaga de pré candidato único da oposição e o Serra com o atual posicionamento, praticamente abre mão da disputa contra o Governo do PT.

Algumas questões chamam a atenção, já que com a entrada de José Serra na parada em São Paulo, as peças do tabuleiro terão obrigatoriamente que se reposicionar. Gabriel Chalita que surgia como o grande nome do PMDB em 2012, pode estar se enfraquecendo com a entrada de Serra. Chalita tem a mesma linha politica de Serra, apesar de ter apoiado Dilma nas últimas eleições, seu eleitorado é da tendencia do Serra e do PSDB, o que leva o PMDB a repensar se seria uma boa ficar contra Fernando Haddad e levar adiante a candidatura própria.

O PT queria Kassab e os Cristãos novos do PSD em seu palanque, o que não vai acontecer com a entrada de Serra na disputa, mas para o partido do LULA não chega a ser um desastre, pois ao invés de ter o fisiologista kassab e o seu PSD, eles podem ter argumentos para enfim trazer Gabriel Chalita e todo o PMDB para compôr ainda nestas eleições.

O DEM que excomungou os "traíras" que foram para o PSD podem agora esquecer o passado e dividir o palanque com os mesmos, tudo em prol da vitória de José Serra, e claro sua permanência no poder.

O DEM se sentiu traído e atingido frontalmente por Kassab, um ex-pefelista que saiu da legenda para fundar a nova sigla, o partido de Demóstenes estaria disposto a dividir o palanque com o prefeito infiel em favor de Serra?

E o PSD, que quer espaço em comissões no Congresso e mais tempo na TV, desafiando a Lei Eleitoral, terá vida fácil em Brasília? A esperada aproximação do PSD com o Governo Federal vai sair do papel?

É difícil essa resposta, por que sabemos que em politica nada é para sempre.

Ao que tudo indica, o partido de Kassab deverá ser tratado como oposição e, assim sendo, o governismo – o PT especificamente – tende a não deixar barato e os mais xiitas não vão perdoar mais esta "traição" de Kassab, que voltou sem nunca ter ido.

Quem ganha com isso é justamente o DEM, que, após ter perdido quadros para o PSD, pode ter reforço oficial na briga para não ceder tempo no guia eleitoral para o novo partido.

Mas as mudanças de cenários não fica só em São Paulo e muito menos só em 2012.

O Governador de Pernambuco, Eduardo Campos, que o do PSB, não deve dar o seu aval para a nova parceria de Kassab e o PSB deve mesmo se manter na aba do PT com quem anda meio as turras e cheios de desconfianças.

Em Goiás também pode haver reflexos do fator Serra, pois se o o PMDB Paulista for orientado a apoiar Haddad, por aqui reforçara a parceria que o PMDB já mantém com o PT. Mas se José Serra esta topando colocar seu nome na disputa pela prefeitura, automaticamente esta abrindo mão de ser o nome em 2014, o que pode vir a ser uma boa para que os nomes de Marconi Perillo e Demóstenes Torres, ganhem força no cenário nacional.

Por enquanto são só factoides que podem vir a se tornar fatos no futuro, mas que a entrada de José Serra no embate já sacudiu o país, isso já sacudiu.





Dilma anuncia investimentos no Ceará @QB_7 @Reinaldo_Cruz @Goianao2012 @Dribles_e_Gols @Aparecida_ @Dribles_ @Cnn_br

A presidenta Dilma Roussef está no Ceará, onde pela manhã visitou obras do metrô de Fortaleza. No período da tarde, ela visita obras do Eixo de Integração Castanhão-Pecém, em Caucaia (CE). O repórter Paulo La Sálvia tem as informações.











domingo, 26 de fevereiro de 2012

Deputado Novelino morto em acidente de avião é velado no Pará @Reinaldo_Cruz @Aparecida_ @OPovonoPoder @Carburadores

Deputado estadual morto em acidente de avião é velado no Pará
O corpo do deputado estadual do Pará Alessandro Novelino (PMN), morto ontem (25) em um acidente de avião na cidade de Acará (160 km de Belém), será enterrado hoje na cidade de Ananindeua.

Também morreram no acidente o assessor do deputado, José Augusto dos Santos e o piloto Roberto Figueiredo.

Os corpos estão sendo velados na Assembleia Legislativa do Estado do Pará e sairão em cortejo em um carro de bombeiros até o Cemitério Parque Recanto da Saudade, em Ananindeua. O corpo do piloto será sepultado em outra cidade.

Em nota oficial, o Governador do Estado, Simão Jatene e outros parlamentares lamentaram o ocorrido.

Segundo a assessoria do Seripa (Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos) o acidente aconteceu por volta das 10h. O avião bimotor de posse do deputado, decolou do aeroporto Brigadeiro Protásio de Oliveira, por volta das 8h30 com destino a uma fazenda em Tomé-Açu, região do município de Acará.

Após dez minutos de vôo, o avião desapareceu dos radares que operam no local. Por volta das 13h30 destroços do bimotor foram encontrados em uma ilha, pelo esquadrão da base aérea, policiais militares e bombeiros. Os corpos das vítimas também foram localizados, a cerca de 100m dos destroços.

Novelino exercia o terceiro mandato de deputado estadual. Ele era pecuarista e sócio da rede Ale de postos de combustíveis.


terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

O carisma (ou a falta dele) dos pré-candidatos e a dependência de líderes dão a tônica do pleito de 2012 @Reinaldo_Cruz

Se José Serra concorrer... Prévias no PSDB podem não servir p/ nada @Reinaldo_cruz @Assuntosdegoias @Goianao2012 @Qb_7

Geraldo Alckmin : "Se Serra for candidato, partido terá que rever as prévias"
O Governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, afirma que se José Serra quiser se candidatar a prefeitura da Capital, o partido terá que sentar em uma mesa de negociações e definir o que fará com as prévias para o dia 4 de março.


Prévias no PSDB podem não valer nada

As prévias para estabelecer o pré-candidato à prefeitura de São Paulo, pelo PSDB, devem acontecer no próximo dia 4 de março. Mas, caso o ex-governador José Serra reavalie a possibilidade de concorrer ao cargo, o escolhido nas prévias pode acabar não saindo candidato pelo partido tucano. A manobra da legenda, porém, gera instabilidade partidária. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Segundo a publicação, pode não valer de nada a escolha de um pré-candidato do PSDB. Após uma aproximação do atual prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, com o PT (partido dos Trabalhadores), alguns tucanos viram a necessidade de Serra entrar na briga para defender o partido nas eleições deste ano.

O ex-governador estaria usando o feriado do Carnaval para pensar. Serra foi visto em Buenos Aires junto de Andrea Matarazzo, secretário estadual da Cultura e um dos pré-candidatos inscritos na prévia.

Fonte; Jovem Pan, O Estado de S. Paulo e Band

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Lindemberg Alves é condenado a 98 anos por 12 crimes

Ao final do quarto dia de julgamento, Lindemberg Alves, de 25 anos, foi condenado a 98 anos e 10 meses de reclusão pela morte de Eloá e pelos outros 11 crimes cometidos durante o sequestro ocorrido em 2008 em Santo André, no ABC. Além disso, terá de pagar 1.320 dias-multa. A sentença começou a ser lida por volta das 19h35 desta quinta-feira (16) no Fórum de Santo André O júri composto por seis homens e uma mulher considerou que houve dolo (intenção) por parte de Lindemberg de matar Eloá - a defesa tentava convencê-los de que Lindemberg gostava da garota e não tinha a intenção de matá-la.










A saúde no Brasil inteiro é precária e esta na UTI faz tempo, dizer isso é chover no molhado mais uma vez, já que as mazelas são as mesmas há décadas e as desculpas também não são diferentes. Falta de dinheiro, profissionais, material e muito mais que contribuem para um quadro melancólico, assustador e muito desolador.





O Brasil melhorou sim, isso é um fato inegável, mas os gargalos históricos que abordam princípios básicos da nossa Carta Magna como Saúde, Educação e Segurança parecem ficar piores a cada dia. Muitas são as promessas de campanha que vão melhorar o sistema, que o cidadão terá qualidade de vida e serviços eficientes nestas áreas, mas após o fechamento das urnas, logo começam as desculpas para o não cumprimento daquilo que foi prometido durante a campanha eleitoral. Na verdade todos sabem quais são e onde estão os problemas, mas primeiro precisam cumprir acordos que os levaram ao poder e ai sim pensar em fazer algo em beneficio do povo.





Aquelas ações que estão estampadas nas propagandas oficiais, que também são constitucionais, realizou muita coisa ao longo dos anos, boas para a população, que muitas vezes não prestam atenção no que esta acontecendo a sua volta e acabam interpretando um acontecimento apenas pela visão do crítico opositor ou só enxerga benefícios e não vê mazelas, como quer o governante e seus pares.




O Brasil melhorou e muito, esta saúde que freqüenta as páginas dos jornais ou esta quase todos os dias na pauta dos telejornais sendo pintada como algo absurdamente degradante para o cidadão, não é nem de longe a ideal para atender a população, e não serei eu quem vai dizer o contrário ou que está uma maravilha. Porém tenho apenas obrigação de relatar na minha ótica e experiências vividas com a Saúde pública ao longo da vida. 





A saúde de hoje é precária e deixa paciente sem atendimento, por que um médico que deveria estar no hospital da rede publica, faz atendimentos no mesmo horário em clínicas particulares, isso é fato e ocorre em vários cantos do Brasil. É mesma saúde também que hoje em dia proporciona ao cidadão de baixa renda ter até o remédio do seu tratamento de forma gratuita. O lado ruim das notícias é amplamente difundido, mas o aspecto positivo não ganhará destaque ou talvez nem chegue a ser citado nos noticiários por que a notícia boa geralmente não comercializa jornais, pelo menos não tanto quanto as tragédias.





Em um tempo não muito antigo não existia a democrática maneira de tratar os nossos enfermos como pelo Sistema Único de Saúde (SUS), um primoroso modelo de atendimento que é sim bom, mas que não chega a funcionar adequadamente justamente por causa dos interesses particulares de alguns poucos que muitas vezes se sobrepõe aos anseios e direitos da população, o SUS foi um achado inteligente no Brasil. 





O Brasil que privatizou muito nos anos 1990 e não é raro ter gente criticando os dirigentes da época tais privatizações, talvez até os críticos sejam os mesmos que privatizam e vendem o patrimônio do povo hoje, mas não percebem ou não querem perceber, que se poucos ganharam horrores de dinheiro, por outro lado a abertura do mercado e a desestatização possibilitaram à população ter acesso a serviços melhores e mais em conta, como o da telefonia que hoje se faz presente na vida de quase todos os brasileiros, seja através do telefone fixo ou celular. 





Antes das privatizações de FHC, o considerado desastroso governo de Fernando Collor de Melo já havia tomado a decisão de abrir o mercado brasileiro para produtos estrangeiros, o que na ocasião para muitos “entendidos” seria o fim da indústria nacional, se transformou em uma boa ferramenta para melhorar nosso setor produtivo e sua competitividade interna e externa. A industria nacional não padeceu e ainda melhorou.





Não quero ser mal interpretado por alguém que talvez imagine que eu seja defensor do político Fernando Collor, que faça parte do PSDB ou que corroboro com os ideais dos Petistas deste país, não é nada disso, e também não critico os programas sociais, estas mal traçadas linhas quer apenas expressar a opinião de um brasileiro que há 33 anos trabalha com a notícia e que acompanhou in loco as transformações do Brasil. Em meus quase 42 anos de vida, me considero um privilegiado por ter acompanhado a evolução e a transformação do Brasil e ter ajudado a difundir isso por ai.





O Brasil de hoje tirou quarenta milhões de pessoas da miséria, mas também viu aumentar na mesma proporção a corrupção em todas as esferas dos poderes da República. O Brasil de hoje já é reconhecido e ainda luta para ser respeitado internacionalmente, mas não consegue coibir os desatinos daqueles que deveriam ser exemplo para a população, não consegue punir exemplarmente aqueles que desrespeitam o bem publico.





O Brasil de hoje é capaz de oferecer benefícios bilionários a FIFA para receber uma Copa do Mundo que poderá deixar um legado muito pobre ao povo e uma conta altíssima para todos os brasileiros. Enquanto isso nas unidades de saúde sequer tem material para se fazer um curativo ou um remedinho básico como dipirona para aliviar uma dor de cabeça.





Parece que de tanto assistir o caos e ver o mesmo enredo, o povo brasileiro parece que vai perdendo sua capacidade de indignação e discernimento para enxergar o que é certo. O que traz benefícios daquilo que esta completamente fora da ordem e não contribui para a qualidade de vida do cidadão e sua família.





Em 2011 ficamos assistindo movimentos organizados tentando se promover, utilizando as famosas marchas conta isso ou aquilo, atos e manifestações que acabaram perdendo a legitimidade, mesmo defendendo causas muito nobres, por ter interferência direta de governos ou partidos políticos que não desejam mudar nada do que existe de ruim por ai. O que eles querem é usar o cidadão como massa de manobra para conquistar seus objetivos pessoais ou de um pequeno grupo. Querem o poder pelo poder e só.





Aqueles que estão de fora do poder brigam para telo, quem já detém o poder faz de tudo para manter se nele a qualquer custo. A população fica no meio desse fogo cruzado, muitas vezes sem noção para distinguir o que é realidade e o que é ficção na voz de quem se autodenominam defensores do povo, da moral e dos bons costumes.





As marchas contra qualquer coisa se multiplicaram pelo Mundo em 2011, sempre buscando alguma mudança ou melhoria para o povo. Nos países da África e da Ásia as manifestações serviram para derrubar ditaduras, nos Estados Unidos e na Europa os movimentos têm reivindicado melhorias no sistema financeiro, e por aqui as marchas ou não surtiram efeito ou não serviram para nada.





No Brasil se estes movimentos lutassem por algo que vá de encontro aos anseios e necessidades do povo teriam credibilidade e força, confesso que ainda não vi nenhum com legitimidade para acontecer, pois tem sempre alguma entidade ligada a partidos políticos ou a governos envolvidos na questão.





Que tal as marchas serem feitas para reivindicar o cumprimento da Constituição Brasileira, sobre tudo aqueles artigos que defendem os direitos básicos do cidadão? 


Isso eles não fazem por que não dá visibilidade que eles querem e de quebra vai contra os seus próprios interesses, ou seja, a favor do povo. Os nossos políticos que brigam muito por alguma coisa, não almejam nenhuma mudança no sistema que ai esta, eles só querem alcançar ou manter o poder.





O Brasil melhorou nos últimos trinta anos, é verdade, e todos que passaram pelo poder neste tempo, errando ou acertando, deram sua parcela de contribuição para o Brasil que temos hoje,  ainda está muito aquém daquele Brasil que queremos, mas que caminha na direção certa de uma forma torta. Se eles não desviassem tanto já teriamos chegado lá. 





O Brasil está melhor em muitos aspectos, mas que tem muito a percorrer até que se torne de fato um país de todos e para todos os brasileiros. A corrupção é nosso principal gargalo, a maior de todas as mazelas que temos que resolver. Se não dermos um basta na corrupção, jamais iremos alcançar o patamar de primeiro Mundo e não passaremos de um País emergente que um dia foi visto como o país do futuro, mas que nunca vai deixar de ser uma nação atrasada e pobre.














╦╔╗╔╗╗╔╔╗░╔╦╗╔╗░╔╗╔╦╗╔╗░ ║╠░╚╗║║╚╗░░║░╠░░╠╣║║║╠╣░ ╝╚╝╚╝╚╝╚╝░░╩░╚╝░╝╚╩░╩╝╚░ #RT | http://bit.ly/grzGZo @Reinaldo_Cruz

A presidenta Dilma Rousseff participou nesta quinta-feira no Palácio do Planalto, em Brasília, da cerimônia de assinatura do termo de ampliação de crédito fiscal dos estados de Goiás, Rio Grande do Norte e Santa Catarina. Durante a cerimônia, a presidenta Dilma Rousseff defendeu a expansão dos investimentos nos estados para, junto com os investimentos privados, garantir o crescimento econômico do país. No total, o governo já liberou cerca de R$ 40 bilhões em créditos fiscais para os estados.








A saúde no Brasil inteiro é precária e esta na UTI faz tempo, dizer isso é chover no molhado mais uma vez, já que as mazelas são as mesmas há décadas e as desculpas também não são diferentes. Falta de dinheiro, profissionais, material e muito mais que contribuem para um quadro melancólico, assustador e muito desolador.





O Brasil melhorou sim, isso é um fato inegável, mas os gargalos históricos que abordam princípios básicos da nossa Carta Magna como Saúde, Educação e Segurança parecem ficar piores a cada dia. Muitas são as promessas de campanha que vão melhorar o sistema, que o cidadão terá qualidade de vida e serviços eficientes nestas áreas, mas após o fechamento das urnas, logo começam as desculpas para o não cumprimento daquilo que foi prometido durante a campanha eleitoral. Na verdade todos sabem quais são e onde estão os problemas, mas primeiro precisam cumprir acordos que os levaram ao poder e ai sim pensar em fazer algo em beneficio do povo.





Aquelas ações que estão estampadas nas propagandas oficiais, que também são constitucionais, realizou muita coisa ao longo dos anos, boas para a população, que muitas vezes não prestam atenção no que esta acontecendo a sua volta e acabam interpretando um acontecimento apenas pela visão do crítico opositor ou só enxerga benefícios e não vê mazelas, como quer o governante e seus pares.




O Brasil melhorou e muito, esta saúde que freqüenta as páginas dos jornais ou esta quase todos os dias na pauta dos telejornais sendo pintada como algo absurdamente degradante para o cidadão, não é nem de longe a ideal para atender a população, e não serei eu quem vai dizer o contrário ou que está uma maravilha. Porém tenho apenas obrigação de relatar na minha ótica e experiências vividas com a Saúde pública ao longo da vida.





A saúde de hoje é precária e deixa paciente sem atendimento, por que um médico que deveria estar no hospital da rede publica, faz atendimentos no mesmo horário em clínicas particulares, isso é fato e ocorre em vários cantos do Brasil. É mesma saúde também que hoje em dia proporciona ao cidadão de baixa renda ter até o remédio do seu tratamento de forma gratuita. O lado ruim das notícias é amplamente difundido, mas o aspecto positivo não ganhará destaque ou talvez nem chegue a ser citado nos noticiários por que a notícia boa geralmente não comercializa jornais, pelo menos não tanto quanto as tragédias.





Em um tempo não muito antigo não existia a democrática maneira de tratar os nossos enfermos como pelo Sistema Único de Saúde (SUS), um primoroso modelo de atendimento que é sim bom, mas que não chega a funcionar adequadamente justamente por causa dos interesses particulares de alguns poucos que muitas vezes se sobrepõe aos anseios e direitos da população, o SUS foi um achado inteligente no Brasil.





O Brasil que privatizou muito nos anos 1990 e não é raro ter gente criticando os dirigentes da época tais privatizações, talvez até os críticos sejam os mesmos que privatizam e vendem o patrimônio do povo hoje, mas não percebem ou não querem perceber, que se poucos ganharam horrores de dinheiro, por outro lado a abertura do mercado e a desestatização possibilitaram à população ter acesso a serviços melhores e mais em conta, como o da telefonia que hoje se faz presente na vida de quase todos os brasileiros, seja através do telefone fixo ou celular.





Antes das privatizações de FHC, o considerado desastroso governo de Fernando Collor de Melo já havia tomado a decisão de abrir o mercado brasileiro para produtos estrangeiros, o que na ocasião para muitos “entendidos” seria o fim da indústria nacional, se transformou em uma boa ferramenta para melhorar nosso setor produtivo e sua competitividade interna e externa. A industria nacional não padeceu e ainda melhorou.





Não quero ser mal interpretado por alguém que talvez imagine que eu seja defensor do político Fernando Collor, que faça parte do PSDB ou que corroboro com os ideais dos Petistas deste país, não é nada disso, e também não critico os programas sociais, estas mal traçadas linhas quer apenas expressar a opinião de um brasileiro que há 33 anos trabalha com a notícia e que acompanhou in loco as transformações do Brasil. Em meus quase 42 anos de vida, me considero um privilegiado por ter acompanhado a evolução e a transformação do Brasil e ter ajudado a difundir isso por ai.





O Brasil de hoje tirou quarenta milhões de pessoas da miséria, mas também viu aumentar na mesma proporção a corrupção em todas as esferas dos poderes da República. O Brasil de hoje já é reconhecido e ainda luta para ser respeitado internacionalmente, mas não consegue coibir os desatinos daqueles que deveriam ser exemplo para a população, não consegue punir exemplarmente aqueles que desrespeitam o bem publico.





O Brasil de hoje é capaz de oferecer benefícios bilionários a FIFA para receber uma Copa do Mundo que poderá deixar um legado muito pobre ao povo e uma conta altíssima para todos os brasileiros. Enquanto isso nas unidades de saúde sequer tem material para se fazer um curativo ou um remedinho básico como dipirona para aliviar uma dor de cabeça.





Parece que de tanto assistir o caos e ver o mesmo enredo, o povo brasileiro parece que vai perdendo sua capacidade de indignação e discernimento para enxergar o que é certo. O que traz benefícios daquilo que esta completamente fora da ordem e não contribui para a qualidade de vida do cidadão e sua família.





Em 2011 ficamos assistindo movimentos organizados tentando se promover, utilizando as famosas marchas conta isso ou aquilo, atos e manifestações que acabaram perdendo a legitimidade, mesmo defendendo causas muito nobres, por ter interferência direta de governos ou partidos políticos que não desejam mudar nada do que existe de ruim por ai. O que eles querem é usar o cidadão como massa de manobra para conquistar seus objetivos pessoais ou de um pequeno grupo. Querem o poder pelo poder e só.





Aqueles que estão de fora do poder brigam para telo, quem já detém o poder faz de tudo para manter se nele a qualquer custo. A população fica no meio desse fogo cruzado, muitas vezes sem noção para distinguir o que é realidade e o que é ficção na voz de quem se autodenominam defensores do povo, da moral e dos bons costumes.





As marchas contra qualquer coisa se multiplicaram pelo Mundo em 2011, sempre buscando alguma mudança ou melhoria para o povo. Nos países da África e da Ásia as manifestações serviram para derrubar ditaduras, nos Estados Unidos e na Europa os movimentos têm reivindicado melhorias no sistema financeiro, e por aqui as marchas ou não surtiram efeito ou não serviram para nada.





No Brasil se estes movimentos lutassem por algo que vá de encontro aos anseios e necessidades do povo teriam credibilidade e força, confesso que ainda não vi nenhum com legitimidade para acontecer, pois tem sempre alguma entidade ligada a partidos políticos ou a governos envolvidos na questão.





Que tal as marchas serem feitas para reivindicar o cumprimento da Constituição Brasileira, sobre tudo aqueles artigos que defendem os direitos básicos do cidadão?


Isso eles não fazem por que não dá visibilidade que eles querem e de quebra vai contra os seus próprios interesses, ou seja, a favor do povo. Os nossos políticos que brigam muito por alguma coisa, não almejam nenhuma mudança no sistema que ai esta, eles só querem alcançar ou manter o poder.





O Brasil melhorou nos últimos trinta anos, é verdade, e todos que passaram pelo poder neste tempo, errando ou acertando, deram sua parcela de contribuição para o Brasil que temos hoje, ainda está muito aquém daquele Brasil que queremos, mas que caminha na direção certa de uma forma torta. Se eles não desviassem tanto já teriamos chegado lá.





O Brasil está melhor em muitos aspectos, mas que tem muito a percorrer até que se torne de fato um país de todos e para todos os brasileiros. A corrupção é nosso principal gargalo, a maior de todas as mazelas que temos que resolver. Se não dermos um basta na corrupção, jamais iremos alcançar o patamar de primeiro Mundo e não passaremos de um País emergente que um dia foi visto como o país do futuro, mas que nunca vai deixar de ser uma nação atrasada e pobre.













segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Ciro Gomes: "No cafezinho do congresso todo mundo sabe quem tá roubando" | http://bit.ly/grzGZo @Reinaldo_Cruz @QB_7

O ex Ministro afirma categoricamente que em Brasília na hora do cafezinho é possível saber quem esta ou não roubando. Ciro Gomes que foi excluído do processo eleitoral em 2010, por vontade do Presidente na época Luiz Inácio Lula da Silva, sabe bem do que esta falando, pois ele também já fez parte de governos e frequenta constantemente os bastidores de Brasília.

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

PM e Bombeiros do Rio entram em greve @Reinaldo_Cruz @QB_7 @Radialistarei @BUG_SPL @Assuntosdegoias @Dribles_e_Gols





http://www.blogdomarcelo.com.br | Bom Dia Brasil - Em nota divulgada na madrugada desta sexta-feira (10), o comando da Polícia Militar negou que haja paralisação em qualquer tipo de serviço prestado à população no Rio e garantiu que todas as suas unidades estão em pleno funcionamento, contando com o apoio de policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) e do Batalhão de Choque no patrulhamento da cidade.

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Governo blinda Guido Mantega @Reinaldo_Cruz @Assuntosdegoias @Goianao2012 @Paulistao_2012

A Comissão de Orçamento votaria nesta quarta-feira o convite para que ele explicasse as denúncias de corrupção envolvendo o ex-presidente da Casa da Moeda. No entanto, a sessão foi cancelada por falta de quórum.

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, informou nesta quarta-feira (8) que indicou o nome de Francisco Franco para ocupar a Presidência da Casa da Moeda. De acordo com o Ministério da Fazenda, o decreto presidencial com a nomeação será publicado nos próximos dias no "Diário Oficial da União".
Francisco Franco, segundo o governo, é servidor público de carreira, especialista em políticas públicas e gestão governamental, tendo ocupado a função de secretário-executivo adjunto do Ministério da Fazenda de 2007 a 2010. Atualmente, é diretor na secretaria-executiva do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão.
Denúncias de corrupção
O ex-presidente da Casa da Moeda, Luis Felipe Denucci, foi demitido no fim de janeiro pela presidente Dilma Rousseff. Logo após, surgiram informações, divulgadas pelo jornal "Folha de S.Paulo", de que Denucci seria suspeito de receber propina de fornecedores do órgão por meio de duas empresas no exterior. Ao jornal, ele atribui a denúncia a uma briga partidária dentro do PTB, que indicou seu nome. Na última semana, Mantega disse que o PTB foi o responsável pela indicação de Denucci para o cargo.
Investigações
O Ministério Público Federal já está investigando as denúncias de operações suspeitas na Casa da Moeda. O próprio Ministério da Fazenda também determinou a abertura de uma sindicância, que tem um prazo de 30 dias para concluir seus trabalhos, para realizar investigações sobre o assunto.
Convocação de Mantega
O presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, defendeu que o ministro da Fazenda, Guido Mantega, vá ao Congresso dar explicações sobre a demissão do presidente da Casa da Moeda, Luiz Felipe Denucci.
Nesta quarta-feira, a Comissão Mista de Orçamento do Congresso adiou uma votação de um requerimento para convidar o ministro Mantega a depor no Congresso. A sessão foi suspensa por falta de quórum e será retomada apenas na próxima terça-feira (14).
O pedido de audiência com Mantega tem como objetivo discutir os reflexos da crise econômica internacional no país. Parlamentares de oposição, no entanto, protocolaram outros pedidos chamando o ministro para explicar denúncias de irregularidades na Casa da Moeda.

Governo blinda Guido Mantega @Reinaldo_Cruz @Assuntosdegoias @Goianao2012 @Paulistao_2012

A Comissão de Orçamento votaria nesta quarta-feira o convite para que ele explicasse as denúncias de corrupção envolvendo o ex-presidente da Casa da Moeda. No entanto, a sessão foi cancelada por falta de quórum.

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, informou nesta quarta-feira (8) que indicou o nome de Francisco Franco para ocupar a Presidência da Casa da Moeda. De acordo com o Ministério da Fazenda, o decreto presidencial com a nomeação será publicado nos próximos dias no "Diário Oficial da União".
Francisco Franco, segundo o governo, é servidor público de carreira, especialista em políticas públicas e gestão governamental, tendo ocupado a função de secretário-executivo adjunto do Ministério da Fazenda de 2007 a 2010. Atualmente, é diretor na secretaria-executiva do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão.
Denúncias de corrupção
O ex-presidente da Casa da Moeda, Luis Felipe Denucci, foi demitido no fim de janeiro pela presidente Dilma Rousseff. Logo após, surgiram informações, divulgadas pelo jornal "Folha de S.Paulo", de que Denucci seria suspeito de receber propina de fornecedores do órgão por meio de duas empresas no exterior. Ao jornal, ele atribui a denúncia a uma briga partidária dentro do PTB, que indicou seu nome. Na última semana, Mantega disse que o PTB foi o responsável pela indicação de Denucci para o cargo.
Investigações
O Ministério Público Federal já está investigando as denúncias de operações suspeitas na Casa da Moeda. O próprio Ministério da Fazenda também determinou a abertura de uma sindicância, que tem um prazo de 30 dias para concluir seus trabalhos, para realizar investigações sobre o assunto.
Convocação de Mantega
O presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, defendeu que o ministro da Fazenda, Guido Mantega, vá ao Congresso dar explicações sobre a demissão do presidente da Casa da Moeda, Luiz Felipe Denucci.
Nesta quarta-feira, a Comissão Mista de Orçamento do Congresso adiou uma votação de um requerimento para convidar o ministro Mantega a depor no Congresso. A sessão foi suspensa por falta de quórum e será retomada apenas na próxima terça-feira (14).
O pedido de audiência com Mantega tem como objetivo discutir os reflexos da crise econômica internacional no país. Parlamentares de oposição, no entanto, protocolaram outros pedidos chamando o ministro para explicar denúncias de irregularidades na Casa da Moeda.

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

"Fazemos política responsável, diferente do PT" diz Deputado Mineiro @Reinaldo_Cruz @Radialistarei @Bahiaemquestao


A conjuntura política brasileira tem deixado claro uma das facetas do Partido dos Trabalhadores: a da contradição. Os petistas se enveredam pela alternância de discursos e comportamento quando estão na situação e quando são situação. Para cada caso, aplica-se uma regra e esta é mutável conforme os interesses partidários. A greve da polícia na Bahia iniciada no último dia 31 de janeiro é um exemplo clássico desse posicionamento do PT.

Diante de um cenário de grande violência e tensão, o governador pestista Jaques Wagner se negou a atender as reivindicações dos grevistas e já recorreu às Forças Armadas para conter o movimento. Quando está no comando do governo, as reivindicações do funcionalismo público são consideradas pelo partido infundadas e ilegais. Mas se as mesmas reivindicações são contra os governos a que fazem oposição, o PT incentiva e defende a legitimidade das manifestações.

Ora, o Brasil é um país democrático e a oposição precisa sim ter voz e vez no plano político, mas tal papel precisa ser desempenhado com responsabilidade. É o que afirma o deputado Carlos Mosconi, membro do Bloco Transparência e Resultado da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). O parlamentar, que também é secretário-geral do PSDB de Minas Gerais, lamentou o clima de guerra instaurado na Bahia e reforçou a importância dos deputados do seu partido contribuírem para o desfecho desta greve.

"Não queremos que os parlamentares do PSDB na Bahia joguem lenha na fogueira. Pelo contrário, que eles possam contribuir com o seu patriotismo e espírito público para que o movimento tenha um final rápido e feliz, sem que haja prejuízo maior para a população", afirmou Mosconi. O deputado lembrou da postura da oposição ao Governo de Minas quando, no ano passado, o Estado enfrentou a greve dos profissionais da educação. "Foram mais de 100 dias de paralisação e a greve sendo sempre muito insuflada pelos parlamentares da oposição, principalmente do PT".

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Governador da Bahia fala sobre a greve da PM @Reinaldo_Cruz @Radialistarei @Bahiaemquestao @Blog_do_Reis @BUG_SPL

http://www.blogdomarcelo.com.br | Bom Dia Brasil - O governador da Bahia, Jaques Wagner, afirmou na manhã desta terça-feira (7), em entrevista ao Bom Dia Brasil, que as negociações para o fim da greve dos policiais militares no estado avançam desde a tarde de segunda-feira (6), quando tropas do Exército e da Força Nacional cercaram a Assembleia Legislativa, em Salvador, onde os grevistas estão abrigados.

O governador da Bahia, Jaques Wagner, afirmou na manhã desta terça-feira (7), em entrevista ao Bom Dia Brasil, que as negociações para o fim da greve dos policiais militares no estado começaram às 16h30 de segunda-feira (6), quando tropas do Exército e da Força Nacional cercaram a Assembleia Legislativa, em Salvador, onde os grevistas estão abrigados, e só terminaram durante a madrugada.

Wagner afirmou também estar disposto a conceder o pagamento da Gratificação de Atividade Policial (GAP) de nível 4, a principal exigência do movimento, mas diz não ter recursos para que o pagamento seja feito imediatamente. Atualmente, os policiais recebem a gratificação de nível 3, que é incorporado ao soldo para formar o salário final. Atualmente, um soldado da Bahia recebe entre R$ 1.900 e R$ 2.300.

A proposta levantada pelo governador é de que o valor da gratificação de nível 4 seja pago de forma diluída ao longo dos três próximos anos. É a primeira vez que Wagner fala na possibilidade de pagar o GAP 4. A proposta inicial do governo, que foi recusada pelos grevistas, era de aumento de 6,5%.

“Nós, ao longo de cinco anos, concedemos 30% de aumento real. E eu tenho limite na folha. As negociações são em torno desse valor, da chamada GAP 4 e eventualmente até da GAP 5, mas evidentemente isso terá que ser partilhado ao longo de 2013, 2014 e até 2015. Se for para pagar alguma coisa imediatamente agora, não há menor espaço, porque eu não tenho espaço fiscal para fazê-lo", afirmou o governador.

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Confronto de polícia e manifestantes deixa feridos na Bahia @Reinaldo_Cruz @Assuntosdegoias @Dribles_e_Gols @Canedense


Um princípio de conflito foi registrado na manhã desta segunda-feira (6) entre manifestantes e homens que fazem o policiamento na região da Assembleia Legislativa, em Salvador, na Bahia.

Os militares chegaram a usar balas de borracha e gás para conter pessoas que protestavam em frente ao prédio.

Cerca de 600 militares estão cercando a Assembleia, onde policiais militares grevistas acampam, junto de suas famílias, desde 31 de janeiro. O objetivo é cumprir os 11 mandados de prisão expedidos pela Justiça baiana contra os líderes do movimento, que estão no local, para, então, desocupar o prédio.

Além do Exército, homens da Caatinga e da Companhia de Operações Especiais da Polícia Militar estão nas proximidades. Segundo o tenente-coronel Cunha, ainda não há previsão de início para ação.

O abastecimento de energia elétrica do edifício foi cortado, por volta das 19h deste domingo (5), e as tropas federais fecham o entorno da Assembleia, usando, entre outros veículos, os blindados Urutu do Exército e helicópteros. A iluminação de alguns pontos do prédio e dos holofotes instalados do lado externo é mantida por geradores de energia, usados apenas em casos de emergência.

Os policiais grevistas dizem não querer confronto com as tropas do Exército ou com os 40 integrantes do Comando de Operações Táticas da Polícia Federal (PF), que chegaram a Salvador neste domingo para cumprir os mandados de prisão, mas avisam que responderão a eventuais atos de violência com violência.

Cerca de 300 PMs amotinados aglomeram-se na frente da Assembleia. Marcos Prisco, líder da greve e presidente da Aspra (Associação de Policiais e Bombeiros e de seus Familiares do Estado da Bahia), fez discurso convocando toda a categoria na noite de domingo.

Os grevistas não aceitam a proposta do governo, que é de 6,5% de aumento, retroativo ao salário de janeiro de 2012.

Aumento da violência

O número de mortes na Bahia desde o início da greve da PM subiu para 84, segundo informações da Secretaria de Segurança Pública do Estado. A contagem foi iniciada no dia 1º de fevereiro. Na sexta-feira (3), foi registrado o maior número de mortes, 32.

domingo, 5 de fevereiro de 2012

Chávez impulsiona ALBA @Reinaldo_Cruz @Goianao2012 @Dribles_ @QB_7 @Cnn_br @

No final de semana em que comemorou os 20 anos da sua tentativa de golpe em 1992, Chávez se reuniu com representantes dos países que integram a ALBA para promover a integração do bloco econômico. O objetivo é criar um espaço econômico entre os parceiros e um fundo de reservas do banco regional.

sábado, 4 de fevereiro de 2012

Dilma Rousseff reafirma compromisso com reconstrução do Haiti @Reinaldo_Cruz @Jornalonline_ @BUG_SPL #QuestãoBrasil


Dilma Rousseff visitou o Haiti para observar os planos de reconstrução do país. Ela chegou a Porto Príncipe para falar de migração, segurança, saúde e infra-estrutura. A presidenta se comprometeu a conceder 1200 vistos para haitianos que desejem morar no Brasil. O país pretende reduzir as tropas da Minustah nos próximos meses. teleSUR
http://multimedia.telesurtv.net/pt/3/2/2012/68438

Alckmin defende ação da polícia na cracolândia @Reinaldo_Cruz @Assuntosdegoias @Canedense @Dribles_ @QB_7


Segunda parte da entrevista com o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), sobre a operação na cracolândia.

Veja a entrevista completa aqui: http://folha.com/no1036428

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Aguinaldo Ribeiro é o novo ministro das Cidades


Mário Negromonte deixou o cargo de ministro das Cidades na tarde desta quinta-feira. A carta de demisão foi entregue à presidenta Dilma Rousseff durante reunião privada. Segundo a Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, o Ministério das Cidades será chefiado pelo deputado federal Aguinaldo Ribeiro, do PP da Paraíba.

Seguidores